Desratização

O êxito no controle de roedores passa necessariamente, pelo manejo integrado de pragas (MIP), onde a inspeção e a identificação das espécies é fundamental para a decisão da estratégia de controle a ser adotada.

Espécies mais comuns

Esses roedores são considerados verdadeiras pragas, pois causam sérios prejuízos econômicos através da destruição dos alimentos (consumo e contaminação) e de estruturas, embalagens, etc. Transmitem várias doenças ao homem e animais domésticos, sendo que algumas podem levar à morte (leptospirose, peste, tifo murino, febre por mordedura de rato, triquinose, salmonelose, cólera, etc.).

Sinais de atividade

Os principais sinais são tocas ativas (limpas, abertas) e ninhos, trilhas, manchas de gordura, urina, fezes, pegadas, roeduras, odor característico, sons emitidos por roedores, visualização de roedores.

Processo de desratização

É feita através de iscas sólidas tratadas com veneno inibidor da vitamina "k" o qual matam os ratos por desidratação e hemorragia interna, no prazo máximo de oito dias. As iscas são colocadas em locais estratégicos de modo a fazer com que os ratos possam ingerí-las rapidamente dentro de Portas iscas.

Desratização
Contate o melhor serviço de controle de pragas! Solicite seu Orçamento.